Marketing Profissional – Seu currículo impressiona?

Mesmo nos tempos atuais várias pessoas ainda não sabem como montar um bom currículo.

Em uma primeira análise, alguns são realmente tristes. Mesmo pessoas com formação superior tem problemas quando chega a hora de elaborar um currículo profissional no mínimo decente. Por quê? Não faço idéia, mas uma coisa é certa, seu currículo é sua chave de entrada para um novo emprego e, na situação em que o país se encontra, é melhor que a sua chave seja mestra, certo?

A primeira coisa a se levar em consideração é: Dependendo da empresa para onde você vai enviar seu currículo, haverá dezenas, talvez centenas de outros para serem analisados, então, pense como a pessoa que vai ler cada um deles, você realmente vai dar preferência para aqueles que sejam objetivos e claros.

curriculo-sabrina-oliveira

Essas dicas servem para quem está começando uma carreira, para quem quer criar o currículo de sua empresa ou para quem já possui um currículo, mas gostaria de renová-lo.

Pensando nisso, o que deve constar no currículo?

  • O e-mail é atualmente a forma como a maioria das empresas preferem se comunicar, então você pode até não colocar o endereço completo de sua casa, mas não deixe de colocar seu e-mail. Nesse ponto é importante lembrar que este deve ser um e-mail profissional, então qualquer coisa como lindinhadopapai@gmail.com não deve sequer passar perto do seu currículo.
  • Se você for inserir o número do seu celular não se esqueça de mudar a mensagem da caixa postal de “Fala aí, mermão!” para o básico: “Você ligou para…” Você não vai querer perder o emprego antes mesmo de consegui-lo, certo?
  • Se o seu currículo é para mostrar quais os caminhos você trilhou até ali, a seção experiência é o mapa que traça seus sucessos anteriores. Mas lembre-se, experiência demais não significa necessariamente sucesso, não se você pulou de um emprego para o outro a cada seis meses, neste caso, selecione apenas aqueles que realmente interessam a você que sejam vistos e ignore o resto.
  • O mesmo vale para a inserção de datas, se você passou muito tempo em uma empresa, então coloque data, mas se o período foi curto demais para depor a seu favor, não precisa citar nem mesmo o ano.
  • Objetivo é uma faca de dois gumes, o seu futuro empregador não está interessado no seu objetivo, o interesse dele está em “o que você tem a oferecer que irá ajudar a melhorar a empresa dele”.
  • Adicione ao seu currículo uma carta de apresentação, alguns selecionadores as leem, outros não, mas é sempre bom para garantir.
  • Ao invés de colocar “Objetivo”, que tal criar um texto curto e simples de como você fará diferença na empresa e o que você está disposto a oferecer em troca do cargo ao qual está concorrendo.
  • Evite palavras como “leal” e “confiável” ao descrever sua personalidade, amigos são leais, cães são confiáveis, você é profissional.
  • Substitua termos como “responsável pelo departamento”, “a função incluía” no seu currículo por expressões mais fortes como “administrei o departamento” ou “supervisionei…”.curriculo-ricardo-matheus
  • Se você ainda não tem experiência profissional, utilize o máximo de suas aptidões, cursos e qualificações técnicas.
  • Se você se afastou por um período mais longo do mercado por motivos pessoais, deixe isso claro em seu currículo, a pessoa que vai lê-lo não é adivinha e vai ficar curiosa sobre “O que você fez no verão passado…”
  • Não deixe de especificar as datas em que se formou, que fez tal curso ou tal especialização, na seção Formação as datas são muito importantes.
  • Não se preocupe em listar todas as suas tarefas nos trabalhos anteriores, ao invés disso procure listar suas realizações.
  • O ideal é que seu currículo seja curto e claro, mas se não puder ser assim, procure utilizar um tamanho de letra que não dificulte para quem for ler. Fontes a partir de 10 são a melhor escolha. Mas, por favor, não coloque fonte 16 apenas para dar mais volume ao currículo!
  • Ao citar essas realizações, quantifique-as, é importante mostrar o quão lucrativo você foi para a empresa anterior.
  • Esqueça a parte de “Referências disponíveis mediante solicitação” ou coisa que o valha, atualmente como a internet, seus futuros empregadores tem mais acesso a informações suas do que você realmente gostaria.
  • “Interesses” são importantes quando se trata de algo que vá auxiliar em sua função, então, a menos que você esteja se candidatando para o cargo de diretor de creche, esqueça o seu “interesse” em crianças.
  • Não há necessidade de inserir estado civil, religião ou partido político, isso não influencia na hora da decisão (Pelo menos não deveria influenciar…).
  • Salve seu currículo em PDF, isso evita qualquer perigo de “modificação” e ainda assegura que, mesmo que o computador da empresa possua uma versão mais antiga do Word, o currículo abrirá do mesmo jeito.

É isso, espero que as dicas tenham sido úteis.

Marketing pessoal e profissional – Dicas

 

Peça um orçamento gratuito:

The following two tabs change content below.
Apaixonada por novas tecnologias, técnica em informática, com cursos em marketing online, marketing político digital, gestão de mídias sociais, SEO, marketing inbound, html e Google Adwords. Faço parte do Google Partners como forma de beneficiar meus clientes com o que o Google oferece de melhor. Redação de conteúdo é meu ponto forte, mas marketing político é minha verdadeira paixão.

Latest posts by Iris Azevedo (Marketing Político Digital) (see all)