10 formas para aumentar o compartilhamento do seu conteúdo

Com certeza você já deve ter ficado curioso com o que acontece para que algo se torne viral.

Será que existe algum segredo para isso acontecer? Será que é apenas sorte?

A respostas para as duas perguntas é SIM.

É sorte, sim, mas essa sorte depende de um segredo.

Existe toda uma série de pré-requisitos para que um post possa concorrer ao fator “sorte” da viralidade.

Com certeza um dos pré-requisitos para que as pessoas compartilhem o seu conteúdo é a qualidade. Se o conteúdo não for de boa qualidade, esqueça.

Mas aqui estão 10 ingredientes que podem ajudar a tornar seu conteúdo viral.

1. O tamanho conta, sim.

Aparentemente textos longos são mais compartilháveis do que textos curtos. Talvez por serem mais completos, mais aprofundados no assunto de que tratam, a verdade é que se você quer mesmo que seu conteúdo se destaque é preciso que você invista em tempo e qualidade.

Vale a pena se considerar a quantidade de compartilhamentos a mais que você vai conquistar.

2. Os posts com, no mínimo, uma imagem inspiram mais atividades no Facebook.

Os usuários do Facebook gostam de imagens, isso é uma realidade. Então se você quer chamar a atenção para seu conteúdo, comece selecionando algumas imagens legais para estimular o compartilhamento.

Não deixe de utilizar uma imagem do seu post ao compartilhar no Facebook.

3. Posts com, pelo menos, uma imagem também inspiram mais atividade no Twitter.

Posts com tags de imagem no Twitter também ganham mais curtidas e retweets.

É importante lembrar que uma imagem no Twitter consome uma certa quantidade de caracteres de seu post, então procure ser ainda mais sucinto no texto e use hashtags do próprio texto para economizar nos caracteres.

4. Posts divertidos são os mais procurados.

Não significa que você deva escrever apenas sobre coisas engraçadas, mas, com certeza existe uma forma de tratar o assunto que você quer de uma forma mais, digamos, irônica.

Uma pesquisa do The New York Times, há alguns anos mostrou quais as principais razões que levam as pessoas a lerem um determinado conteúdo. Aqui está a reposta:

  • Para se manter conectado e interagir com outras pessoas;
  • Para compartilhar algo interessante ou divertido com os amigos;
  • Para divulgar causas interessantes;
  • Para se envolver mais com sua comunidade ou com o mundo;
  • Para dar às pessoas uma noção de quem elas são.

Isso explica porque um conteúdo leve e divertido é mais popular do que outros. Ele preenche três das principais razões das pessoas estarem online:

  1. Compartilhar algo interessante ou divertido com os amigos;
  2. Manter-se conectado e “interagir” com outras pessoas;
  3. Divulgar causas interessantes.

Talvez seja novidade para você mas o conteúdo que mais se compartilha em redes sociais são conteúdos de testes. Por quê? Porque são conteúdos que ajudam as outras pessoas a conhecerem melhor os usuários; quando as pessoas compartilham os resultados estão ajudando os amigos a saberem amis sobre elas mesmas, seus gostos, seus valores. Da mesma forma, a partilha de uma peça opinativo também mostra outros onde as pessoas ficam em um determinado assunto. Embora nem todos concordam com seu ponto de vista, aqueles que concordam com você são mais propensos a compartilhar seu conteúdo.

5. As pessoas gostam conteúdos diretos

Mais uma coisa que talvez te surpreenda, as pessoas gostam de infográficos e listas, mais do que de vídeos ou posts de “como fazer”.

Existem razões para isso, infográficos, assim como as listas, permitem que as pessoas assimile uma grande quantidade de informações de forma rápido.

Assim como as listas dizem às pessoas exatamente o que elas podem esperar de um post, como: 10 formas de aumentar o compartilhamento do seu conteúdo.

Se você escreve um texto longo é preciso que o faça de uma forma fácil de ler e de analisar, inserindo imagens ou gráficos para que não se torne um texto tedioso.

6. 10 é um número mágico

Uma pesquisa descobriu que o número 10 é o mais compartilhado no caso das listas.

Isso significa que, se você puder arredondar a sua lista para 10, suas chances de compartilhamento serão maiores.

7. As pessoas acreditam no que compartilham

É uma questão de confiança. As pessoas tendem a compartilhar aquilo que lhes convence da verdade.

Uma das formas de se conseguir isso é assinar seus posts.

Insira uma biografia em seus posts para que as pessoas possam identifica-lo. Especialmente no LinkedIn, Twitter e G+.

Isso provavelmente é porque as associações nessas três redes sociais são principalmente profissionais, por isso é preferível que o conteúdo compartilhado nessas redes sociais, sejam confiáveis e demonstrem credibilidade.

O Facebook, por outro lado, é uma rede social de amigos e familiares, e eles tem uma maior tendência a compartilharem conteúdo divertido e engraçado.

8. Influência ainda é muito importante

Quando você monta uma rede de seguidores é importante que você tenha pelo menos um ou dois influenciadores.

Essas pessoas tem um grande número de amigos, são formadores de opiniões, de tendências.

Com cinco influenciadores na sua rede de amigos, você pode quadruplicar o alcance de suas postagens.

Como convencer um influenciador a compartilhar seu conteúdo? Bem, se você não for amigo dele, comece um relacionamento, em seguida envolva-o no processo de criação, peça opiniões, sugestões para o conteúdo.

Quando o conteúdo estiver pronto avise-o de sua publicação, as pessoas tem muito mais tendência a compartilhar um conteúdo se elas estiveram envolvidas em sua elaboração, mesmo que de forma indireta.

9. Não esqueça seu conteúdo antigo

Você compartilhou um bom conteúdo, as pessoas estão compartilhando tanto ou até mais do que você esperava, beleza! Mas pouco a pouco o número de compartilhamentos diminui, certo? Depois da primeira semana você pode esperar uma queda de mais de oitenta por cento nos compartilhamentos.

O que fazer?

Em primeiro lugar assegure-se de que seu conteúdo não vai ficar ultrapassado, caso isso aconteça, esqueça e escreva outra coisa.

Mas, caso seja um conteúdo permanente, daqueles que, não importa quando você leia estará sempre atual, você poderá voltar a promove-lo em uma semana.

Lembrando-se sempre de não correr o risco de ter seu conteúdo visto como spam.

10. O melhor dia para compartilhar

Aqui estão alguns dados de uma pesquisa publicada na revista Exame:

Dias da Semana

No Facebook e Twitter, as postagens vão crescendo a partir da segunda-feira, chegando ao ápice às quartas e quintas. Nos finais de semana, há uma queda brusca.

No Facebook, o dia mais agitado é a quinta-feira. O menos agitado é o domingo.

No Twitter, o pico é terça-feira, no fim do dia. O dia menos agitado é o sábado.

No Instagram, é o oposto: os usuários postam mais aos sábados e domingos. 32% das fotos se concentram nesses dois dias. O dia menos agitado é a segunda-feira.

Horários

No Facebook, os horários preferidos para postar durante a semana são das 11h às 12h e das 16h às 17h.

No Twitter, as postagens são baixas até as 11h, quando aumentam lentamente e atingem o auge já no fim do dia, às 23h.

No Instagram, os usuários são “noturnos” durante a semana: postagens são mais frequentes depois das 17h.

Picos

O pico de postagens em uma hora acontece, no Facebook, às sextas-feiras, entre 16h e 17h.

No Twitter, o pico acontece na terça-feira, entre 22h e 23h.

Já no Instagram, o pico é o sábado, entre 17h e 18h.

É claro que essa é uma visão geral e o seu público alvo pode não seguir essa regra, mas dá para você começar por aí e ir personalizando seus dias e horários.

Gostou? Compartilhe!

Marketing de Conteúdo – Checklist

Peça um orçamento gratuito:

 

The following two tabs change content below.
Apaixonada por novas tecnologias, técnica em informática, com cursos em marketing online, marketing político digital, gestão de mídias sociais, SEO, marketing inbound, html e Google Adwords. Faço parte do Google Partners como forma de beneficiar meus clientes com o que o Google oferece de melhor. Redação de conteúdo é meu ponto forte, mas marketing político é minha verdadeira paixão.

Latest posts by Iris Azevedo (Marketing Político Digital) (see all)